sexta-feira, 31 de maio de 2013

E nos dias que ela se sentia só...
A vida se coloria de vermelho e as copas das árvores reluziam o crepúsculo.






Nenhum comentário:

Postar um comentário