domingo, 13 de fevereiro de 2011

Devaneios!



Encontro-me já tão cansada.

Cansada de manter-me fechada, enclausurada nessa masmorra imaginária que eu mesma criei.

A criei para proteger-me do mundo. Mas de qual mundo? Do mundo colorido, iluminado e quente.

Cansei de olhar a vida por grossas lentes sob o véu da ilusão.

Ilusão essa que eu alimento, dia após dia, na esperança de matar a sede que tenho de ti.

Nadar, nadar e nem perto da praia chegar para repousar meu corpo cansado na areia branca e fina que pudesse a vir aquecer minh'alma.

Alma essa que busca transpor as barreiras imaginárias da ilusão e viver intensamente.

Verdadeiramente preciso apaixonar-me não somente por mim, mas sim, sentir àquela sensação de "butterfly in my bellow".

Nenhum comentário:

Postar um comentário