quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Você foi... ou melhor você é!

Eu, não diria você foi...Mas, sim você É!!!!
E adoraria que fosse, novamente, OUTRA VEZ...
Nesse momento a única música que me vem a cabeça é a do Rei Roberto Carlos...e para cada você foi...eu diria você é o que eu jamais esquecerei....

Outra Vez
Roberto Carlos
Composição: Isolda

Você foi!
O maior dos meus casos
De todos os abraços
O que eu nunca esqueci
Você foi!
Dos amores que eu tive
O mais complicado
E o mais simples prá mim...
Você foi!

O melhor dos meus erros
A mais estranha história
Que alguém já escreveu
E é por essas e outras
Que a minha saudade
Faz lembrar
De tudo outra vez...
Você foi!

A mentira sincera
Brincadeira mais séria
Que me aconteceu
Você foi!
O caso mais antigo
E o amor mais amigo que me apareceu...
Das lembranças que eu trago na vida

Você é a saudade que eu gosto de ter
Só assim!Sinto você bem perto de mim Outra vez...
Me esqueci!

De tentar te esquecer
Resolvi! Te querer, por querer
Decidi te lembrar quantas vezes eu tenha vontade sem nada perder...
Ah! Você foi!

Toda a felicidade
Você foi a maldade que só me fez bem
Você foi!O melhor dos meus planos
E o maior dos enganos que eu pude fazer...
Das lembranças que eu trago na vida

Você é a saudade
Que eu gosto de ter
Só assim! Sinto você bem perto de mim Outra vez....

I can't my eyes off you




Despedida!


Bom, hoje é dia 25 de fevereiro eu nem comentei nada, mas tem exatamente 10 meses que nos encontramos e nos despedimos, e após, esses 10 meses estamos nos despedindo novamente e eu não sei até quando. Como diz você "somente em uma próxima encarnação nos encontraremos".
Bem, eu não dúvido disso...Já nos encontramos em outra e novamente nessa...rsrs...Mas, tudo tem um motivo e nada acontece por acaso, você costuma dizer....É KARMA ALI!!!..então vamos ver até onde esse Karma irá.
Você veio com uma conversa hoje, que na hora eu disse "isso parece despedida", você somente abaixou os olhos e fez sim com a cabeça.
Como conversamos é difícil a dualidade de emoções por estar vivendo um sentimento paralelo, não foi fácil pra mim...e eu vi nos seus olhos que nem para você, mas estou feliz com a sua decisão....Você sempre disse e se eu ficar? E se não der certo? Você carregará uma culpa que não irá aguentar!
Ok, eu não carregarei a culpa, somente a lembrança e o que sinto por você....
Felicidades e Força nessa nova Jornada!
Obrigada!!!!

terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Ai Falei...

Esses dias estava conversando com uma amiga e ela disse...."Ali, escreve no Blog! Isso tem sido uma terapia pra mim." Como estamos distantes, resolvi então aceitar o conselho e começar a escrever, se tem sido uma terapia eu não sei, mas ajuda muito!
Talvez muitas vezes eu tenha vontade de lavar algumas trouxas de roupa por aqui, mas prefiro não...Afinal é melhor usá-lo de uma outra forma, desabafar seja o mais correto, uma forma de dizer aquilo que se pensa, se sente, sem precisar magoar ninguém e me magoar; apenas a mim mesma talvez caiba isso!
Afinal, chateações, problemas, brigas e discussões sempre existirão....ninguém está livre disso!
E se eu disser que muitas vezes algumas atitudes familiares não me magoam, estou mentindo...Mas, família é família....irmão é irmão....e Eu AMo DeMaIs o meu!

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

VocÊ!

Bom, hoje eu preciso abrir meu coração e dizer o quanto eu amo você e o quanto me fizeste bem...
Não que você não saiba, eu sei que sabe e bem o quanto eu o amo!

Você foi, e, é o responsável por muitas mudanças na minha vida, que fique claro...não mudei por você e sim cresci com a sua presença, sua companhia e o carinho que de certa forma demonstrou por mim.

Por mais, que eu pare e pense em tudo que me aconteceu eu penso em você!...e .... no bem que me fizeste!
Não existiu pessoa que conseguisse fazer-me alcançar meus desejos e objetivos como fez, tu me fizeste ver-me como sou, ensinou o caminhou para que eu pudesse me encontrar (confesso ainda estou caminhando, mas não desistirei).

Mas, ainda questiono todos os dias, porque nosso caminho cruzou tarde demais...quando você já tinha feito a sua escolha e decidido o rumo que iria seguir, e, infelizmente não me encaixo nesse presente, e nem em um futuro próximo.

Amo Você, e, muito, como jamais amei homem algum em toda a minha vida.

Obrigada, pelo carinho, compreensão, momentos de alegria, felicidade, companheirismo, colo mesmo que distante.

Obrigada, por me amar a sua maneira e por deixar que eu o amasse também!

Reconheço talvez eu sofra, mas preciso aprender a lidar com isso, uma vez disse "Ali, você sofrerá somente se deixar suas emoções dominarem você!"

Estou tentando, buscando constatemente essa evolução, esse crescimento, e, espero conseguir encontrá-lo.

Mas, como eu disse uma vez "Todo sofrimento não me é vão, aprendo, cresço e me renovo".

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010



Achei que dessa vez essa viagem fosse ser diferente...Tinha uma dúvida de chegar aqui e achar tudo cinza, meio preto e branco...Porém, foi diferente, digamos que o céu estava azul, havia cor nas plantas e nas coisas observadas por mim!!!!
Se eu disser que não senti uma diferença no ar, lógico que senti...afinal antes eu tinha a certeza que estava por aqui, agora sei que não...

A vida, ela continua..foi assim que você me ensinou, não foi???

Então, vamos continuar a ver a vida de uma forma colorida!
E se o céu continua azul...porque não acreditar e sorrir!!!

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010


Destesto discutir, principalmente com pessoas que gosto...e muito...ou melhor amo demais, a pessoa pela qual seria capaz de dar minha vida. Mas, infelizmente hoje eu não aguentei e não teve como, estou cansada de ser somente julgada e incompreendida...Isso doí e muito.

Confesso, não sou fácil...estou tentando deixar de ser emoção, mas tenho ficado muito introspectiva, e com isso as pessoas acham que estou de mau humor, ou então que estou evitando-as, não é isso.

Apenas, quero ter o direito de ficar quieta quando quero ou de ser ouvida se estiver precisando falar, infelizmente isso não acontece...é mais fácil atirar a primeira pedra do que esticar a mão.

Há alguns anos atrás uma pessoa me disse algumas palavras que marcaram minha vida da pior forma possível, eu juro que tentei esquecer...mas, infelizmente elas cravaram em minha alma! Talvez porque eu sempre tenha acreditado no que me foi dito....

Ouvir, a partir de hoje me chame de SENHORA! não foi fácil, nada fácil...como diz o ditado...Manda quem pode obedece quem tem juízo..ok! irei obedecer...

É uma pena que não tenha escutado os meus gritos implorando POR FAVOR ME AJUDE!!

Infelizmente, talvez tudo esteja se quebrando e desabando e possa não vir a ser como era antes...

Eu juro, que tentei de todas as formas que percebesse que eu precisava de um abraço, de colo, de carinho, como era no passado, porém passado é passado...

Sinto-me sozinha...

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Reflexão...

Esses dias atrás eu conversava com uma amiga sobre relacionamento, um amigo chegou...e continuamos o papo e sempre a mesma pergunta...somos difíceis de sermos compreendidas???
...Ou...
Os homens não nos entende???
Aí lembrei de um texto da Lia Luft muito bom por sinal, chamado Canção das mulheres, mostra como gostaríamos de ser compreendidas. Mas, deixando o lado feminino de lado e não pensando somente no lado das mulheres...também considerando que a inversão possa ser feita...Talvez assim, muitas mulheres compreenderiam melhor quem está ao seu lado. Afinal, cada um tem o seu tempo, o seu momento e principalmente o seu espaço.

Canção das mulheres
"Que o outro saiba quando estou com medo, e me tome nos braços sem fazer perguntas demais. Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta.
Que o outro aceite que me preocupo com ele e não se irrite com minha solicitude, e se ela for excessiva saiba me dizer isso com delicadeza ou bom humor.
Que o outro perceba minha fragilidade e não ria de mim, nem se aproveite disso.
Que se eu faço uma bobagem o outro goste um pouco mais de mim, porque também preciso poder fazer tolices tantas vezes.
Que se estou apenas cansada o outro não pense logo que estou nervosa, ou doente, ou agressiva, nem diga que reclamo demais.
Que o outro sinta quanto me dóia idéia da perda, e ouse ficar comigo um pouco - em lugar de voltar logo à sua vida.
Que se estou numa fase ruim o outro seja meu cúmplice, mas sem fazer alarde nem dizendo ''Olha que estou tendo muita paciência com você!''
Que quando sem querer eu digo uma coisa bem inadequada diante de mais pessoas, o outro não me exponha nem me ridicularize.
Que se eventualmente perco a paciência, perco a graça e perco a compostura, o outro ainda assim me ache linda e me admire.
Que o outro não me considere sempre disponível, sempre necessariamente compreensiva, mas me aceite quando não estou podendo ser nada disso.
Que, finalmente, o outro entenda que mesmo se às vezes me esforço, não sou, nem devo ser, a mulher-maravilha, mas apenas uma pessoa: vulnerável e forte, incapaz e gloriosa, assustada e audaciosa - uma mulher."

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Palavras...

Sempre pensei da seguinte maneira: temos que ter cuidado com aquilo que proferimos...porém, muitas vezes no calor da emoção acabamos por não pensar e falar coisas que talvez jamais tenha como ser retirada.

De uns tempos pra cá tenho pensado ainda mais sobre isso, em como podemos alegrar ou magoar alguém com aquilo que falamos, mas...infelizmente não é sempre que se pensa nisso antes de magoar. Algumas pessoas não processam apenas disparam as flechas sem saber até onde isso irá ferir ou machucar de tal forma o outro.

Muitas desssas palavras que ouvimos caminharão conosco para o resto de nossas vidas lado a lado, e, sempre iremos lembrar como foram ditas, de que forma e principalmente por quem.
Talvez o que eu tenha ouvido hoje, me fez lembrar de coisas que eu não gostaria de relembrar...que poderiam ficar esquecidas..lá no fundo do meu baú de coisas que quero esquecer para me tornar melhor...
Infelizmente, essas palavras me fizeram pensar em outras...e outras e outras...chateou meu dia, me fez duvidar e entrar em conflito com alguns sentimentos, que teimo em não deixar de lado e continuam comigo na minha longa caminhada.
Mas, em alguns momentos precisamos ver como isso foi dito e de que maneira...
Lógico, que sempre tem alguém de fora que o faz ver as coisas por outro ângulo...
E posso dizer que ele me fez refletir sobre como estou me mostrando para os outros e o mundo...
Infelizmente não são todos que me enxergam da maneira que sou...e com certeza sempre será necessário ser mais clara ...principalmente se as lentes estiverem sujas para enxergar o que realmente eu quero dizer.